Vassouras

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Limpias







Limpeza de alma, corpo e casa sempre são bem-vindas.
Com o fim do ano batendo em nossas portas cai bem uma que outra receitinha nesse sentido.

Aqui ofereço a vocês algumas praticadas em países latino-americanos hispanos.

Ingredientes

Ovos, arruda, alho, álcool.

1 caldeirão ou bacia.

As folhas de arruda, cascas de alho, você deve colocar no caldeirão.

Não há medidas padrão, mas deve você saber que em questões de limpias vale não ser muito restrito 
 em quantidades, a abundância fala às deidades que você não mede limites quando o assunto é seu 
 bem-estar espiritual.

Este preparado deve descansar pelo menos 24 horas.
Assim você irá usá-lo na limpeza do  seu ambiente no mesmo dia em que concluir "la limpia" com os ovos.

A quem você pedirá proteção? Faça nomeando as deidades com as quais você lida.

Pegue 1 ovo grande e saudável (sem lascas na casca, e limpo por fora, e claro fresco por dentro) e passe em seu corpo ou no corpo da pessoa na qual você faz a limpia, começando pela parte superior, pela cabeça... 

Não apenas mentalize a limpeza, mas emita em alto e claro tom esse ato. Enuncie o ato que executa.

Uma boa idéia vem a ser a de redigir seu pequeno texto de limpia, caso tenda você a ficar com brancos na memória no momento de ritos e correlatos ;)

Descreva em bom e alto tom o que você está fazendo, sua intenção, e seu objetivo.

Como por exemplo:

Limpo tua mente "fulano" de qualquer pensamento alheio que te faz mal, de qualquer pensamento nocivo que te influencia [quando você passa o ovo no alto da cabeça da pessoa]...

E assim sucessivamente você anuncia e enuncia sua intenção para cada parte do corpo aonde passa esse ovo. 
Ao passar você bate levemente com ele no corpo da pessoa.

Claro está que para fazer uma limpia você deve se garantir, ter fé na sua energia, ter plena consciência de que sabe cuidar de si mesmo, afim de que nada daquilo com o qual você irá lidar e entrar em contato lhe cause algum dano.

Ao finalizar, pegue o ovo e coloque num prato novo e limpo. Deixe ele ficar ali por 1 noite. No dia seguinte abra o ovo a céu aberto [nunca dentro de casa] e analise o conteúdo dele.

Pode ser que você se depare com algo turvo, apenas escuro, o que indica que havia sim uma energia contrária à da pessoa, mas nada intencional, quiçá uma energia que ela pegou "emprestada" sem querer de alguém ou algum ambiente por onde passou.
Mas se o conteúdo estiver literalmente podre, de cor negra com textura visivelmente estranha, alheia à aquela normal a um ovo em condições naturais, aí sim se constata que a influência negativa, ou energia degenerada que acompanha a pessoa é algo fora do esperado, intencionalmente lançada contra o individuo aonde a limpia se fez.

Mas uma vez a limpia feita, e bem feita, o mal foi diluído.

Tanto o prato como o ovo, ou ovos, se a limpia foi feita em mais de 1 pessoa, devem ser descartados em ambiente aberto e fora dos limites da sua morada. Pode inclusive ser descartado no lixo externo, pois aquilo que leva consigo o ovo, nada mais é do que lixo, lixo que de você partiu. E que convenhamos não era seu, lhe foi "doado" por alguém que não lhe quer bem...


Entre tanto o que parte deixa vaga, e essa vaga deve ser ocupada por energias acorde às suas, energias que lhe façam bem!

Prepare uma água com o  seguinte:

Água de limão [exprema alguns limões bonitos, e suculentos, em água limpa], folhas de louro [se não tiver louro fresco, prepare uma infusão com louro seco], três medidas pequenas de álcool de cereais, três fios de azeite de oliva, e bons punhados de sal  grosso e três litros de água... 

Dilua tudo misturando, e banhe do pescoço para baixo com esta mistura!

E novamente: invoque, convide, conclame para sua proteção neste banho suas deidades.



Grata sempre,



Luciana Onofre

ps: caso você deseje repassar este texto, como outros do nosso blog, entre em contato connosco.



quinta-feira, 27 de outubro de 2011

1º Halloween



Esse será o primeiro Halloween de meu filho, estou super feliz com isso; na verdade sempre quis fazer Festa de Halloween, agora com filho tenho a desculpa perfeita, rs.

Mas agora minha dúvida é: o que fazer para um bebê com menos de 1 ano???

Porque eu sempre vi festa para crianças maiores....

Pensei em caracterizar meu filho e tirar fotos para a posteridade, mas caracterizar como? Porque tem que ser algo que ele não coma, não se machuque ou mesmo não lhe dê alergias, ainda mais porque está com catapora. =/

Vi muitas fotos interessantes na net, mas são fantasias e coisas lindas do estrangeiro e no meu caso tem que ser algo produzido em casa.

Alguém tem dicas sobre isso? Estou aqui sem idéias e esperando as mamães mais experientes me darem o pulo do gato, rs.

Vambora trocar figurinhas meu povo????

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Biscoito Voodoo


Para você que curte um voodoo eis a dica em forma de sabores!




Quais sabores você usaria?
Quais ingredientes?
Compartilhe com o Vassouras e Bruxas seu paladar!

Grata

Luciana

Em espera





Quais são seu planos para este 31 de Outubro?


terça-feira, 13 de setembro de 2011

Cozinha's Tarot

Ola amigos bruxistiscos!

Quem nòs conhece e segui nosso blog jà deve ter percebido que nao tem como, è impossivel separar a cozinha de uma Bruxa! Temos dentro de nòs essa paixao latente, onde a colher de pau è nossa varinha e a panela de barro nosso caldeirao.
Eu, e todas as meninas que participam deste blog, somos apaixonadas por tarot! Estudando vimos que o Tarot faz parte de nossas vidas de diferentes modos. E pensando nisso (porque nao?) Misturar essas duas paixoes?

A proposta è: Fazer o NOSSO tarot de cozinha. Uma receita e sugestoes de ervas que combinem com cada lamina.

Como?
A cada semana (ou quinzenal?) estudaremos uma lamina, a começar pelos maiores.
Sabendo que cada carta tem uma personalidade, vamos estudar e experimentar receitas e ervas que combinem com aquela personalidade.
Daremos algumas dicas de exercicios, alguns toques de por onde começar.
No final do prazo estabelecido cada uma postarà aqui o que encontrou, gostou...e assim trocar informaçoes.
Podemos tambem nos encontrar um dia pelo Skype e fazer um grande debate conjunto, e assim estabelecer JUNTAS a receitas e ervas.
Vale tambem dizer que cada um è livre para fazer como quiser. Se eu escolher uma receita de bolo de limao para o 'Pendurado', mas voce acha que bolo de maça combina muito mais, nao tem problema. O tarot sera feito em conjunto, mas individual, logo a escolha è sua!

Confecçao do Tarot:
Como alguns jà sabem, tenho descontos especiais com a fabricante 'Lo Scarabeo'. Podemos escolher JUNTAS um deck em especial, e atraz de cada um colar nossas observaçoes. Ou fazer como o Epicurean Tarot onde ao lado da carta tem tudo escrito. Claro que para ficar assim teremos que mandar plastificar, mas isso è com o tempo, e cada um è livre para fazer como quiser, e vale atè colar a carta em um caderno e na pagina escrever tuas observaçoes.
Enfim, essa parte tambem pode ser livre.

Sugestoes sao super aceitas.
Vamos fazer um grupo, onde todos podem participar de maneira livre e espontanea.

Amigos, o que acham?
Maos a massa?

Grande beijo da Strega =*

Cozinhando com os Deuses











27/11 (domingo)


Das 12h às 13h30



Cozinhando com os Deuses



A comida é um fator essencial para nossa saúde, assim como uma espiritualidade ativa. Desde os primórdios, nossas ancestrais faziam maravilhas mágicas na cozinha. Um simples chá pode nos acalmar, nos irritar e até (por que não?) nos deixar mais belas aos olhos de quem amamos. A cozinha é um altar divino, aberto a todos que estejam dispostos a se entregar de corpo e alma a essa arte milenar. E por que nao trazer nossas Divindades para dentro desse lugar sagrado?
Aprender sobre os Deuses e trazê-los ao nosso dia a dia culinário, nos traz alegria e muita satisfação, que é refletido nos olhares (e estômagos) de nossos familiares e convidados que se deliciam com nossas preparações mágicas.


Temas abordados:


- Transformar a cozinha num altar dos Deuses
- Como escolher uma receita adequada a uma Divindade?
- Temperos, como usar e entendê-los?
- Dias, horas e momentos certos para receitas especiais.



Informações:



http://www.tradicaoeleusiana.com.br/festival/


domingo, 11 de setembro de 2011

Cozinha da Bruxa Domingueira



À minhas amigas Bruxas queridas, uma linda cozinha neste dia de domingo, afim de incitar "feitos" positivos para a semana que chega:




Sempre grata,

Luciana

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Voodú Feliz


Apenas uma imagem deixando por conta da sua imaginação o que há dentro dele, ou melhor, o que pode haver dentro dele, preenchendo-o.





Quais ingredientes você colocaria no seu interior?
Em breve postarei dicas sobre seus diversos conteúdos!

Sempre grata,

Luciana

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Para uma boa leitura



Imagem: Luciana Onofre [acervo bibliográfico pessoal]



História da Bruxaria de Jeffrey Russel e Brooks Alexander.

Uma das obras referenciais para o estudo histórico da feitiçaria, este livro, ilustrado com mais de 100 fotografias e reproduções artísticas representativas, resgata a história de ascensão, perseguição e renascença da bruxaria nas sociedades mundiais. Também desvenda o lento processo de formação e transformação de um estereótipo que a mentalidade coletiva, a rigor, preserva até hoje, bem como o papel singular em várias culturas de diferentes épocas.


"Prefácio
Na Galícia espanhola costuma-se dizer uma frase popular: yo no creo en meigas, pero hayas: “eu não creio em bruxas, mas elas existem!” Quer se acredite ou não nos poderes da bruxaria, tem que se acreditar na existência de bruxas. Conheço muitas pessoalmente. Este livro é uma edição revista de A history of witchcraft, publicado pela Thames & Hudson em 1980. Inclui um novo prefácio, uma nova introdução, dois capítulos completamente novos (escritos por meu colaborador, Brooks Alexander) que atualizam a história da bruxaria moderna; uma conclusão revisada [o Capítulo 11] e uma bibliografia completamente atualizada. Em muitos sentidos, é um novo livro.
Gostaria de agradecer a todos os que trabalharam comigo no livro original, especialmente minha falecida esposa, Diana M. Russell. Ofereço com alegria um agradecimento especial a nosso editor, Jamie Camplin, cujo contínuo interesse no livro originou a nova edição. Agradeço, também, a minha esposa, Pamela C. Russell, que trabalhou comigo na área da bruxaria histórica durante muitos anos e, naturalmente, a Brooks Alexander, cujo conhecimento da bruxaria moderna tornou possível este novo livro.
Jeffrey B. Russell"
  

O que é uma bruxa?
"Se você perguntar a seus conhecidos o que é uma bruxa, provavelmente eles lhe dirãoque bruxas não existem. Bruxas, afirmarão eles, são personagens imaginários, representadoscomo velhas horrorosas, com verrugas no nariz, chapéus compridos e pretos em formato de cone, montadas em cabos de vassoura, que criam gatos pretos e dão gargalhadas malignas, bastante parecidas com cacarejos. A Rainha Má de A Branca de Neve de Walt Disney, o desempenho de Margaret Hamilton como a Bruxa Malvada em O Mágico de Oz e, por trás delas, uma longa tradição artística que se estende do século XIII a Goya, fixaram essa imagem em nossas mentes. Provavelmente, nenhuma bruxa, em tempo algum, jamais tenha tido as características desse estereótipo.
Todavia, bruxas existem realmente. De fato, a bruxaria é considerada como uma religião de pleno direito por numerosas instituições, inclusive as forças armadas e o sistema legal dos Estados Unidos. Dentre as bruxas que conhecemos, nenhuma correspondeu jamais a esse estereótipo, exceto talvez em festas à fantasia.
Outros podem dizer que “bruxa” é uma pessoa que tem poderes psíquicos. É verdade que muitas bruxas afirmam ter poderes psíquicos, mas isso não prova se de fato elas os possuem ou não, nem se a simples posse de tais poderes transformaria uma pessoa em bruxa.
Existem muitos outros elementos para se caracterizar uma bruxa. Algumas pessoas podem imaginar vagamente que bruxas praticam alguma coisa parecida com vodu. Isso é sinal de que tais pessoas interpretam mal tanto a bruxaria como o vodu. O vodu é uma religião que combina o cristianismo com o paganismo africano, e seus rituais são praticados como um meio de proteção contra a bruxaria.
Há respostas mais acuradas e úteis para a pergunta que se coloca no título desta introdução:
(1) bruxa é o mesmo que feiticeira: esta é a abordagem antropológica; (2) a bruxa adora o Diabo: esta é a abordagem histórica para a bruxaria européia; (3) a bruxa reverencia deuses e deusas e pratica a magia para boas causas: este é o enfoque adotado pela maior parte dos bruxos modernos. Cada um desses pontos de vista pode ser justificado.
Alguém que pretenda mergulhar mais fundo nessa questão encontrará muito pouca ajuda na maioria dos inúmeros livros populares oferecidos nas seções de ocultismo das livrarias.
Recentemente, são muitos os trabalhos que se dedicam ao tarô, astrologia, satanismo, abertura de canais (psicografia), mediunidade, cristais, tábua Ouija, quiromancia, extraterrestres, drogas psicodélicas – e também à bruxaria. Bruxaria e ocultismo não são a mesma coisa, e muitos bruxos se esforçam ao máximo para dissociar sua imagem e suas práticas de qualquer forma de ocultismo. Por outro lado, hoje, já há muitos livros que discutem seriamente o assunto, e seus títulos estão na bibliografia deste livro."

Fonte: PDF disponibilizado pela Editora Aleph


Boa Leitura!


Luciana Onofre

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Link Bruxo




Um link que vale a pena visitar, sobre Sarah Kali.
Do blog maravilhoso The Hoodoo Shop.

Uma Taça Cigana



Aqui você encontra a receita






Com Sarah Kali


E feliz Segunda! Como disse minha amiga Fernanda, é segunda, por que é sempre uma segunda chance!

Sempre grata,


Luciana

sábado, 9 de julho de 2011

Salsa, salsinha





foto:luciana onofre



Você quer que as coisas tão esperadas se agilizem?
Deseja ver com pressa algo acontecer?
Seja qual for a esfera do esperado, a Salsa, a Salsinha [el coentro, el perejil] dão uma boa mão nisso!
Pegue 3 galhos verdinhos, frescos e suculentos e faça um chazinho com eles.
Acrescente 1 litro de água limpa e tome um banho de energia e celeridade!

Use do pescoço para baixo, mentalize nesse momento o que deseja ver acontecer, e certamente no momento menos pensado tudo virá até você.


Sempre grata,

Luciana Onofre

sábado, 25 de junho de 2011

Sal com Velas

Que tal esta sugestão simples, iluminada e protetora?

O sal é controverso, pois em algumas culturas como a minha [colombiana] ele ao ser derramado ou jogado no caminho de alguém ou no pior dos casos sobre alguém trará mau augúrio, entre tanto eu aprendi a entendê-lo pelo viés brasileiro...

Assim velas e sal somados aqui devem com certeza trazer apenas proteção, luz e tranquilidade aonde estiverem ardendo e limpando.



Daqui

Potes de vidro, [viva a reciclagem!], sal marinho ou sal grosso, e velas!

Grata,

Luciana

Mudanças Energéticas em casa



Vou escrever desta vez sobre a minha casa.

Para quem ainda não sabe, passei por mudanças rápidas e bruscas nas últimas semanas (só ler aqui), e delas vieram energias positivas.

Agora sou novamente a mandante da casa e consequentemente, as energias também estão mudando.

Tudo bem que tarefas domésticas nunca foram meu forte, pq eu tenho preguiça, admito! Por essas e outras, sempre tive alguém que me auxiliasse em casa, primeiro como diarista, depois como empregada e a partir do momento que tive uma empregada, literalmente, a casa ficou nas mãos dela, afinal de contas estava pagando para isso.

Depois de sua ida, percebi o quanto a casa não era mais minha, as coisas não estavam mais arrumadas como eu gostava, armários organizados de um jeito que não era meu e a limpeza, que tarde demais, percebi que não estava tão impecável assim.

Resolvi arregaçar as mangas e dar um jeito nisso tudo, até passei um dia inteiro limpando e arrumando a cozinha, logo lá, o coração da casa para qualquer bruxa. O ambiente estava sujo e desarrumado, o fogão um caos, nisso, é impossível não pensar no ambiente fora das paredes da cozinha, na vida familiar que é interferido pelas energias de lá.

E não é que as coisas realmente mudaram depois da garibada que dei na cozinha, a energia da casa mudou, os ares mudaram, o sentimento familiar idem.

Fiquei então pensando que em nome da modernidade abdicamos de coisas importantes, como a nossa casa; pq trabalhamos fora, pq somos mulheres, profissionais, amantes e mães, pq rogamos o tempo todo um tempo só para nós; portanto, nada mais justo do que contratar alguém e deixar a casa na mão dela, afinal de contas a instruímos perfeitamente, não é? Errado! Por mais instrução que se passe, sem fiscalização a coisa vai se perdendo, do "nosso modo", vai virando do "modo dela", percebi isso só depois que a empregada se foi, infelizmente.

Então mulheres atarefadas do meu Brasil varonil, não tem jeito, mesmo a casa ficando na mão da empregada, enquanto damos conta de outras mil tarefas, temos sim que fiscalizar o andamento da casa, ver se nossa casa está deixando de ser nossa e sendo mais dela. Aprendi isso tomando na cabeça.

Lembro que ela vivia dizendo: "vou limpar meu banheiro, minha sala, minha casa." Pois é, ela falava a verdade sem saber das verdades energéticas que vemos e usamos por aí. A casa era dela, não mais minha.

Lembram que eu falei que sou preguiçosa? Pois é, até nisso estou mudando, estou com disposição para cuidar da casa, cozinhar, limpar, lavar, passar (mesmo odiando passar roupa), até me estranho com tanta energia extra, rs.

Certamente são os novos ares, a mudança energética e a sapiência da casa, pq ela é um ser vivo como nós, então minha ausência com ela, com certeza a estava entristecendo.

E no final das semanas loucas, de decisões difíceis e mudanças drásticas na rotina pessoal e trabalhista, as anergias positivas ganharam, renovaram e mudaram minha vida, minha família, minha casa e todo o ambiente que existe ao meu redor.

Viva a minha casa, viva minha decisão!

Tudo finalmente está do meu jeito, melhorando minha vida e das pessoas que amo, inclusive deixando feliz a casa onde moro.

Beijocas Enluaradas,
Kytanna

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Do Fazer Mágico




É sabido que há mil e uma "mandingas" fortes para realizar certas coisas que a outros olhos podem parecer escabrosas, escatológicas, dementes, ou no mínimo pesadas.

O fato de que eu não publique não quer dizer que não as saiba ou que queira me investir de um alo rosa de candura. 
Sou mais bem dum cinza obscuro, [que o digam meu marido, minha mãe, e Ky], mas aqui penso que não cabe de maneira alguma postar textos sobre banimentos permanentes a um alto preço [não me refiro à $$$], ou sortilégios de perdas e prejuízos para terceiros, ou que eu indique aqui como o melhor método das mancias a necromancia [que eu aprecio é sabido, mas...]. 

Por que não?
Por que devemos ter bom senso, maturidade e discernimento sobre aquilo que pode aqui ser lido ou não, afinal nem todos os leitores são de idade adulta... 

Escolher qual trilha dentro da magia cada um segue é pessoal e  o pessoal é sempre político, logo ser e fazer x ou y atos mágicos é algo extremamente particular.

E assim a decisão para e por o Vassouras & Bruxas é a de buscar um conteúdo inteligente, zen e tranquilo, para quem lê e para quem escreve.


Grata,

Luciana

Prosperidade à moda Cigana




Você precisará destes  elementos que dentro dos costumes ciganos indicam fartura:
 
  • Arroz cru, 
  • 6 moedas antigas, 
  • 1 maçã, 
  • 1 tigela branca pequena e 
  • 6 folhas de louro. 

Costumo dizer e pensar que ao pedir algo em nosso benefício, devemos ter uma atitude aberta, sem sovinices, assim escolher a tigela onde colocaremos esta oferenda deve ser um ato positivo, sem pensar de forma banal que "apenas" é isso ou aquilo, escolha uma tigela bonita, que você aprecia, que signifique algo. 
Não será deixada em lugar ermo, logo não há risco de perdê-la =)

A base será o arroz, uma arroz bonito, nada de grãos quebrados ou velhos, sobre ele colocaremos as moedas, mais uma vez: nada de moedas sujas, antigo não quer dizer sujo; no meio uma linda maçã fresca, cercada pelas folhas de louro.

Aquilo que for usado deve estar bonito, fresco, afinal como pedir por prosperidade empregando coisas e materiais que nem você iria usufruir?

Considero que um bom lugar para expor sua Tigela da Prosperidade é nossa Cozinha!

Checar a "validade" da nossa oferenda é necessário, assim antes de que a fruta perca o viço disponha-a na natureza.

Seu pedido é algo pessoal, você o encaminhara de acordo à sua fé.

Boa sorte!


Luciana